13 Feb17:54

ACM Neto diz que atrações sem cordas equilibram circuitos da festa

O prefeito ACM Neto, presente ao Circuito Osmar (Campo Grande) nesta terça-feira de Carnaval (13), avaliou, em entrevista à imprensa, que o incentivo dado pelo poder público aos trios sem cordas em nada compromete a estrutura comercial da festa, com os desfiles dos blocos privados. Isso porque, de acordo com ACM Neto, há público para as duas propostas de folia, destacando que a preocupação da Prefeitura é sempre garantir a realização do Carnaval.

"A Prefeitura tem a responsabilidade de garantir o conteúdo da festa, que é ter o artista desfilando na rua. Essa é a essência do Carnaval. Na medida em que houver a disponibilidade de artistas, vamos colocá-los para tocar em trio sem cordas. É isso o que o folião quer, e a Prefeitura faz o que o folião quer. Isso não quer dizer, no entanto, que eu defenda o fim dos blocos. Pelo contrário, acho que os blocos precisam existir, só esse é um negócio privado. É a estratégia de cada empresário. Aquele que tem força comercial vende", ponderou.

Neste ano, aproximadamente 160 atrações desfilaram sem cordas, através dos esforços empenhados pela Prefeitura. O destaque ficou por conta do domingo e da segunda no Campo Grande, o que permitiu um equilíbrio entre este circuito e o Dodô (Barra-Ondina). "Esse equilíbrio entre os circuitos é fundamental", acrescentou ACM Neto, que acompanha o Carnaval nesta tarde ao lado do prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, além dos deputados Adolfo Viana e Jutahy Magalhães, entre outros políticos. Também são aguardados o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o prefeito de São Paulo, João Dória.