25 Jan16:18

Central de Vistoria do Carnaval funciona até o dia 9 de fevereiro

Blocos e veículos, entre trios, minitrios, carros de apoios, de som, alegóricos e de equipamentos sonoros, deverão passar pela Central de Vistoria, instalada pela Prefeitura no bairro da Boca do Rio, onde aconteceu o Festival Virada Salvador. A estrutura, coordenada pela Empresa Salvador Turismo (Saltur), conta com órgãos técnicos, de fiscalização e arrecadadores. A central vai funcionar até o dia 9 de fevereiro.

Para licenciar um trio ou carro de apoio, o proprietário precisa passar pelo crivo de quatro órgãos técnicos: Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agrimensura (Crea); Departamento de Polícia Técnica; Corpo de Bombeiros; e Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Participam também do processo a Secretaria de Ordem Pública (Semop) e as pastas estadual e municipal da Fazenda e da Saúde.

Durante a vistoria, são analisados os itens de segurança, condições mecânicas e operacionais, equipamentos de prevenção e combate a incêndios, pneus e protetores de rodas, sistemas de freio, documentação do veículo e do condutor e estrutura do posto médico. Além disso, sanitários e lanchonetes precisam atender às normas da Vigilância Sanitária.

De acordo com o presidente da Saltur, Isaac Edington, o serviço de vistoria é essencial para garantir que os veículos circulem nas melhores condições nos circuitos, dando maior segurança aos foliões. “Vale ressaltar que a vistoria dos carros e o licenciamento dos blocos são obrigatórios para poder participar do Carnaval”, explicou.