05 Feb21:31

Pré-Carnaval registra 2 milhões de pessoas na Barra no fim de semana

Já consolidado como braço pulsante da folia soteropolitana, o pré-Carnaval do Fuzuê e do Furdunço, realizados no último fim de semana, foi responsável por levar cerca de 2 milhões de pessoas ao circuito Orlando Tapajós, que faz o contrafluxo da Orla da Barra, a partir do Clube Espanhol, com destino ao Farol da Barra.

Internet gratuita - Durante a realização do Fuzuê, no sábado (3), quando cerca de 800 mil foliões participaram da festa, a Companhia de Governança Eletrônica do Salvador (Cogel) registrou 6.069 acessos à rede gratuita de WI-FI disponibilizada pela Prefeitura, em todo o trajeto, enquanto as pessoas caiam na gandaia ao som de bandas de sopro e percussão, trazendo a memória de velhos carnavais. Já no Furdunço, 7.902 acessos foram registrados pela Cogel. Lembrando que, como ocorreu no ano passado, a medida também será adotada nos circuitos do carnaval.

Transporte - Durante a operação especial de Transporte do final de semana para o Fuzuê e Furdunço, que aconteceu nos dias 3 e 4, foram transportados 900 mil passageiros, sendo 400 mil no sábado, no Fuzuê, e 500 mil no domingo, durante o Furdunço. A operação com táxis e mototáxis se deu a contento atendendo a demanda da população.

Fiscalização - O trabalho de fiscalização realizado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), nos dois dias de Carnaval antecipado, resultou na realização de 70 vistorias, sendo 25 no sábado e 45 no dia seguinte. No Fuzuê, foram contabilizados ainda quatro notificações dois autos de infração uma Interdição física de atividade comercial, por não possuir licença da Prefeitura; desobstrução de via por gradil , apreensão de 545 panfletos e sete garrafas de vidro em estabelecimento comercial.

Já no domingo, durante o Furdunço, 22 notificações foram expedidas, bem como cinco licenciamentos de balcão, seis remoções - sendo três estabelecimentos com gradil e três com mesas e cadeiras na área de passeio. Foram apreendidos ainda dois panfletos, 14 balões e 101 abanos publicitários.

Guarda - Além de compor o corpo operacional dos demais órgãos municipais, a Guarda Civil Municipal (GCM) atuou de forma intensa durante a realização do pré-Carnaval. Dentre as ações realizadas constam conduções de infratores para a delegacia da Barra, além de diversos documentos perdidos que foram encontrados no circuito e serão limpos e protocolados pela Coordenadoria de Ações e Prevenção à Violência, para que possam ser devolvidos à população.

Ordenamento - Durante os dois de festa, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) trabalhou com um efetivo de cerca de 400 agentes, entre fiscalização e salva-vidas. No Fuzuê, 19 litros de bebida artesanal foram encontrados e descartados, conforme previsto no Decreto 011/2018, que trata das atividades de comércio informal nas festas populares de 2018.

Os agentes de combate à poluição sonora vistoriaram 12 estabelecimentos licenciados e emitiram uma notificação, resultando no encerramento da atividade sonora que não possuía autorização. Já no Furdunço, foram monitorados 38 trios elétricos, seis camarotes e desativado um veículo com som no circuito da folia.

Salvamar - Nos dois dias de festa, a Coordenadoria de Salvamento Marítimo (Salvamar) registrou 10 ocorrências, entre resgates e prevenções. No período, nenhum óbito foi registrado.

Limpeza urbana - Tendo os trabalhos iniciados assim que a última atração deixou a concentração e término estimado por volta das 8h do dia seguinte, a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) recolheu 94,7 toneladas de resíduos das ruas da Barra durante a realização do pré-Carnaval, no último fim de semana.

Para efetuar a limpeza da Avenida Oceânica, foram necessários 515 mil litros de água e 920 litros de detergente aromatizante, nos dois dias de festa. Durante a operação, a Limpurb contou com um efetivo de 160 agentes após o Fuzuê e 176 depois da realização do Furdunço, além de 30 veículos, somadas as duas operações.

Saúde - Durante o Fuzuê, o módulo assistencial à saúde montado pela Prefeitura nas proximidades do Farol da Barra, exclusivamente para a festa, registrou apenas 12 ocorrências no sábado (3), sendo que a maioria dos casos foi de natureza clínica (8) como enjoo, intoxicação alcoólica e cefaleia. Também foram contabilizados três traumas ortopédicos e um procedimento cirúrgico durante o festejo.

O módulo assistencial instalado nas mediações do Farol da Barra volta a funcionar a partir das 14h para garantir a atenção à saúde de soteropolitanos e turistas durante o Furdunço. No dia seguinte, 70 atendimentos foram contabilizados durante a festa do Furdunço, o que demonstra uma redução de 19% em relação ao ano passado, quando foram contabilizados 86 ocorrências na festa. Náusea, cefaleia e intoxicação alcoólica lideraram as principais causas das admissões no posto, com 50 ocorrências.

Manutenção - Mais de 50 caixas de águas pluviais foram esvaziadas pela Secretaria Municipal de Manutenção (Seman), durante o pré-Carnaval deste fim de semana. Além disso, a secretaria realizou reparos em meios-fios e calçadas por todo o percurso da festa, sem registrar, entretanto, maiores prejuízos.